Arquidiocese de Vitória | Espírito Santo

História     Padroeiro     Fotos     Localização     Agenda

COMUNIDADE SAGRADA FAMÍLIA

VILA NOVA DE MARAVILHA – ALFREDO CHAVES/ES

Os primeiros habitantes chegaram aqui mais ou menos em 1902, eram italianos que haviam chegada da Itália, estavam instalados mais perto de Alfredo Chaves. Eram pessoas pobres que estavam à procura de terra para trabalhar. Resolveram subir a pé pela beira do rio até chegar aqui onde se instalaram.

As famílias eram: Baldo Tibério, Paulo Rigato, Leonardo Dalecrode, Antônio Sartori, Lourenço Dalacrode, Frederico Dalacrode, Angelo Zucoloto, Pedro Sartori, Miguel Bérgamo, Gabriel Dardengo, Pascoal Pazinato, Bernardo Sansão, Francisco Dagostine, Florentino Pereira, Antônio Menengussi e outros.

Quando essas famílias chegaram aqui era pura mata, começaram a derrubar e fazer plantações, construiram suas casas e uma igrejinha católica mais ou menos inaugurada em 1905, tinham como devoção a Santos Reis. Segundo a história do povo essa igrejinha, foi construída onde é a casa da Rita de Cássia Sartori, hoje.

Já havia um cemitério construído mais ou menos em 1904, hoje o atual.

Alguns anos depois as famílias já haviam formado comunidade. Resolveram então, construir uma outra igreja maior onde hoje é a atual. A inauguração foi feita em 11 de novembro de 1948, e passou a fazer parte da Paróquia de Jaciguá. Passado o tempo como não havia nenhuma igreja na Paróquia de Jaciguá com os Padroeiros Sagrada Família, decidiram tirar as imagens de Santos Reis e em 8 de setembro de 1963, foi inaugurada a nova igreja, hoje a atual, pelo Padre Rubens Vargas Trindade, tendo como Padroeiros a Sagrada Família.

Em 1965, a igreja passou a fazer parte da Paróquia de Alfredo Chaves, pois a comunidade está dentro do município.

O Cruzeiro foi fundado em 04/02/1968 pelos Missionários.

Como surgiu o nome da Comunidade?

As famílias que aqui chegaram foram morar uma próxima da outra e formaram uma Vila. Aqui está uma das nascentes do Rio Maravilha, limpa e fresca. Eram famílias pobres que precisavam fazer plantações para sobreviverem. Essas pessoas diziam que aqui era tudo o que eles queriam; clima fresco, terra fértil para plantar, água limpa e fresca para beber. Para essas pessoas aqui era uma maravilha.

Daí surgiu o nome Vila Nova de Maravilha.

OBS.: O trabalho foi feito através de pesquisa e informações não documentadas, conseguidas através do Sr. Hugo Sartori, morador antigo desta comunidade.

FONTE: Comunidade Sagrada Família.

 

Pages: 1 2 3 4 5